ESPERO QUE VOCÊ POSSA UTILIZAR DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL,
TODO CONTEÚDO DISPONIBILIZADO NESTE BLOG!

Este Blog é Protegido e Monitorado por:
DMCA.com Protection Status

SUGESTÃO DE ATIVIDADE PARA AJUDAR O SEU ALUNO A LARGAR A CHUPETA

em 10 de agosto de 2020

Créditos da imagem: Public Domain Pictures.net 
Quem é professor de Educação Infantil, sabe que muitas vezes é difícil fazer com que as crianças guardem as chupetas ou não façam uso delas durante a realização de atividades, sejam elas em folhas, livros ou ao ar livre.

Já falamos aqui no blog que o uso da chupeta pode ajudar na adaptação escolar, pois ela é um objeto que acalma a criança quando o vínculo com o professor e colegas ainda não foi totalmente estabelecido.

Todavia, ele é um objeto transicional, ou seja, é o mediador entre o mundo externo e interno da criança,  auxiliando-a  a experimentar situações novas, dando segurança a ela, pois a faz lembrar de algo que tem apego afetivo, no caso a sua casa, seus pais, fazendo-a aceitar a realidade externa, no nosso caso, a permanência na escola e a ausência da mãe ou responsável por um determinado tempo.

Quando os vínculos afetivos já foram estabelecidos, a tendência é a criança abandonar paulatinamente o seu uso e adquirir outros interesses. Mas há casos em que a persistência é maior e a resistência também.

É fato que o uso constante da chupeta pode causar alterações no desenvolvimento dos ossos do rosto da criança, como a deformação de dentes e boca, pode causar atraso na evolução da fala e prejudicar a respiração, além de criar um hábito de difícil remoção. Por isso, o uso da chupeta deve ser tolerado, mas não incentivado.  
Créditos da imagem: Pixabay / Gadini


Com a minha última turma de Maternal, percebi  uma certa resistência por parte dos meus alunos em  guardar a chupeta na hora de realizar as atividades  e durante a roda da conversa (muitos falavam com a chupeta na boca),  o que dificultava a compreensão da fala ou o que desejavam expressar.

Crianças dessa faixa etária (2 – 3 anos),  gostam muito de histórias com príncipes e princesas e foi pensando nisso, que resolvi realizar esta atividade.  Eu sempre disse para os meus alunos que,  as meninas eram minhas princesas e os meninos  meus príncipes.  Por isso, foi fácil fazer a associação de que princesas e príncipes  não chupavam chupeta nas histórias em que apareciam.

Funcionou muito bem com a minha turma! Por isso estou compartilhando esta experiência com vocês, quem sabe ela não pode ajudá-los também!


ATIVIDADE
💗 TEMA: CHUPETA

💗 DESENVOLVIMENTO: RODA DA CONVERSA

💗 OBJETIVOS:

👶  Incentivar a autonomia e independência das crianças;
👶 Consolidar o vínculo afetivo  entre professor e a turma;
👶 Estimular o abandono paulatino da chupeta na sala de aula.

💗 ENCAMINHAMENTO DA ATIVIDADE:

✔ Com  os alunos em círculo, inicie a aula conversando sobre o chupar chupeta na classe. De maneira lúdica, fale sobre o que o uso prolongado da chupeta pode causar: dificuldade para respirar, problemas faciais e de dentição, além de dificultar a comunicação.

✔ Traga para a classe diversos livros de histórias, pode ser livros repetidos, mas que contenham histórias com princesas e príncipes. Deixe as crianças manusearem a vontade vários livros de histórias.

✔ Leve-as a observação e questionamento a respeito do tema, perguntando se a  Branca de Neve, a Cinderela, a Bela Adormecida, e outras princesas e também o príncipe, nas histórias  em que apareciam não chupavam chupeta.

✔ Ao final da atividade,  confeccione  coroas (príncipes e princesas)  e varinhas mágicas (para fazer a mágica de guardar a chupeta),  para que as crianças que chupam  chupeta na classe sejam  motivadas a deixá-la dentro da bolsa e até mesmo em casa.


🔔 Para obter os moldes das coroas clique 👉 aqui!


💗 QUER SABER MAIS?





👉 BRASIL ESCOLA - CANAL DO EDUCADOR: CHUPETA: AJUDE SEU FILHO A DEIXÁ-LA.

CALENDÁRIO 2020 PARA COLORIR - AGOSTO

em 29 de julho de 2020

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA, DEPOIS EM SALVAR COMO.















CALENDÁRIO 2020 COLORIDO - AGOSTO

em 25 de julho de 2020

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA, DEPOIS EM SALVAR COMO.












VOCÊ SABE O QUE É O FUNDEB?

em 21 de julho de 2020

Créditos da Imagem: Pixabay
O FUNDEB é o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. Ele abrange toda a educação básica, da creche ao ensino médio, incluindo também a educação especial e a educação de jovens e adultos (EJA).

A aplicação dos recursos na educação básica, de acordo com o Artigo 212 da Constituição Federal, é de responsabilidade dos estados,  municípios e distrito Federal, juntamente com o suporte da União.

É o principal financiador da educação pública no Brasil. Ele é composto por 27 fundos, um de cada estado e um do Distrito Federal. Esses fundos são formados por recursos provenientes dos impostos estaduais, municipais e federais. 

O FUNDEB como é hoje, é composto por 20% das  receitas dos estados e municípios como: fundo de participação de Estados e Distrito Federal; fundo de participação dos Municípios; ICMS; imposto sobre produtos industrializados, proporcional às exportações; imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) entre outros.

Ele foi criado pela Emenda Constitucional nº 53/2006 e regulamentado pela Lei nº11.494/2007 e pelo Decreto nº 6.253/2007, em substituição ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério, que vigorou de 1998 a 2006 e  atendia apenas o ensino fundamental e, por isso, tinha uma participação menor de impostos.

Créditos da Imagem: Pixabay

O dinheiro do FUNDEB pode ser aplicado no financiamento de todos os níveis da educação básica, entretanto, há regras para a sua aplicação. Todos os professores em efetivo exercício na educação básica, são remunerados com recursos provenientes do FUNDEB, pelo menos 60% do fundo deve ser destinado ao pagamento do salário dos professores da rede pública de ensino, garantindo assim, a valorização dos profissionais da educação.  Este dinheiro pode ser destinado também para a remuneração de gestores de escolas, coordenadores e orientadores pedagógicos e funcionários, na formação continuada dos professores, no transporte escolar, na compra de equipamentos e material didático, na construção e manutenção das escolas e tudo aquilo contemplado pelo Art. 70 da Lei de Diretrizese Bases da Educação Nacional, observando-se os respectivos âmbitos de atuação prioritária dos Estados e Municípios, conforme estabelecido nos parágrafos  2º e 3º do art. 211 da Constituição Federal.

O fundo não poderá ser usado para pagamento da merenda escolar, para remuneração de profissionais da Educação em desvio de função ou em atividade alheia à manutenção e desenvolvimento do ensino e em outras despesas especificadas pelo Artigo 71 da LDBN 9394/1996.

O FUNDEB visa distribuir com equanimidade os recursos para a educação básica, visando reduzir as desigualdades educacionais entre as redes de ensino, além de possibilitar maior investimento federal na educação pública.

Os recursos do FUNDEB são distribuídos em crédito na conta específica para este fim, de cada governo estadual e municipal, de maneira periódica e automática, ou seja, não depende de convênios ou autorização para este processo.

Créditos da Imagem: Pixabay
O grande êxito do FUNDEB foi a segurança financeira dada aos estados e municípios, pois ajudou os sistemas de ensino desta unidades federativas a se organizarem melhor, no que diz respeito, ao atendimento escolar de todos os níveis de ensino Educação Básica e expansão dos números de matrículas, orientando-os no cumprimento das suas responsabilidades com relação à educação. Desta forma, estados e municípios comparticipam dos compromissos com a educação básica: os municípios concentram-se na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, e os Estados, nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. 

O convênio firmado em 2007, estabeleceu a validade do fundo por 14 anos, de 2007 à 2020. Portanto, o atual FUNDEB tem vigência até 31 de dezembro deste ano (2020) e precisa ser renovado por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC). O objetivo maior é transformá-lo em um fundo permanente de financiamento da educação. O texto que tramita no Congresso também prevê o aumento da complementação da União, que hoje é de 10% para 18% e 5% destinado exclusivamente para a Educação Infantil, totalizando assim, um aporte de 23% de complementação pela União até 2026  e o aumento de 60% para 70% o piso dos recursos do fundo para o pagamento de salários dos profissionais da educação.

O projeto que trata da renovação do FUNDEB tem gerado várias discussões na Câmara e também no Senado, mas ele é imprescindível para a grande maioria dos municípios brasileiros, que dependem dos recursos deste fundo para o pagamento dos salários dos professores e para manter o bom funcionamento das suas redes de ensino.

Sem ele, com certeza, seria o caos na educação pública brasileira. A sua renovação é fundamental para garantir recursos e reforço de caixa dos Estados e Municípios, para que possam investir de maneira sistemática na melhoria e qualidade da educação básica, bem como na valorização dos professores, na formação continuada destes e também na compra e renovação do transporte escolar.


PARA SABER MAIS!



👉 FUNDEB



CALENDÁRIOS 2020 PARA COLORIR - JULHO

em 29 de junho de 2020

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA, DEPOIS EM SALVAR COMO.