ESPERO QUE VOCÊ POSSA UTILIZAR DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL,
TODO CONTEÚDO DISPONIBILIZADO NESTE BLOG!

Este Blog é Protegido e Monitorado por:
DMCA.com Protection Status

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

CAIXA SENSORIAL

Caixa confeccionada pela
colega Cidinha.
Assim como o pote da calma, a caixa sensorial também é um brinquedo inspirado no método montessoriano de ensino. Ela é indicada para bebês e crianças. Seu objetivo  é o desenvolvimento infantil através da exploração dos sentidos. Como ferramenta pedagógica, ela funciona como forma de estimulação precoce, principalmente para crianças de creche e maternal.

Alguns a chamam de caixa surpresa.

Por meio da caixa sensorial, de maneira lúdica, as crianças podem aprender e experimentar diferentes sensações, sons, texturas, cheiros,  etc.

Através deste  brincar, as crianças desenvolvem  a imaginação,  a atenção,  o equilíbrio,  a observação e a percepção  do mundo a sua volta.

Estas experiências muito contribuirão no processo de aquisição da leitura e escrita e no aprendizado da matemática, pois atividades como a caixa sensorial têm como foco o desenvolvimento da psicomotricidade, coordenação motora, criatividade  e memória.

Crianças são exploradoras por natureza e utilizam seus sentidos, principalmente  o tato, para descobrir o mundo e interpretar  tudo o que existe ao seu redor. Neste sentido, a caixa sensorial é um ótimo recurso para esta aprendizagem.

Você pode trabalhar de várias formas com ela. Vou deixar aqui dois tipos de atividades para trabalhar com os pequenos:

✔ Para crianças do Maternal:
Coloque dentro da  caixa vários objetos de diferentes tamanhos, pesos, cores, formas, texturas, cheiros e sons.  Peça para que cada criança coloque a mão dentro da caixa e  tente adivinhar que objeto ela pegou, mas sem visualizá-lo. Faça várias perguntas como:  O que você acha que é? É grande? É pesado? E por aí vai... Até que a criança adivinhe qual é o objeto.

Aqui o ideal é fazer apenas um tipo de abertura na caixa,  pode ser no centro ou nas laterais, de preferência abertura circular.

✔ Para crianças de Creche:
Para crianças desta faixa etária, pode-se trabalhar com encaixe. Deixe à disposição das crianças vários objetos de diferentes tamanhos, então, elas terão que colocar os brinquedos dentro da caixa, tentando encaixar o objeto de acordo com a abertura feita na caixa.

Faça várias aberturas na caixa, de diferentes tamanhos (façam do tamanho dê para os pequenos colocarem a mão sem se machucarem), como na foto ao lado.

💡Importante:  Deixem a caixa bem colorida, de forma que chamem a atenção das crianças e as deixe encantadas pela brincadeira!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

POTE DA CALMA


Você conhece ou já ouviu falar do pote da calma?

Ele é um instrumento pedagógico, utilizado para acalmar as crianças em momentos de choro e birra, mas funciona muito bem no trabalho de estimulação precoce de bebês e crianças da educação infantil.

O pote da calma tem inspiração no método montessoriano de ensino. Ele é utilizado para acalmar as crianças em momentos de estresse irritação  e agitação, quando precisam de alguns minutos para se acalmarem para poder explicar o motivo que as levaram a tal situação. Pode ser usado também em momentos de desconcentração.

Quando pequenas, principalmente quando estão no maternal, é muito difícil para as crianças desta fase, expressarem suas tristezas, raiva, frustrações e necessidades. Nestes casos, o pote da calma é um ótimo recurso, pois atraídas pelo brilho, as crianças voltam-se para o momento presente, retomam o foco e organizam seus pensamentos de forma mais clara, e desta forma, conseguem pensar e conversar com o adulto e expor de maneira mais eficiente seus sentimentos.

Trata-se de um pote de vidro ou garrafa com glíter,  que ao ser agitado, o movimento do líquido com o glíter tem efeito tranquilzador, e em outros momentos, chamam a atenção das crianças, fazendo-as recuperar a concentração e diminuir a agitação para poder ouvir o que o professor ou os pais têm a dizer, além de facilitar a reflexão das atitudes e atos por parte delas.


O objetivo é fazer a criança se acalmar, desacelerar os batimentos cardíacos e controlar a respiração.

Além de glíter, estes potes podem ter outros pequenos objetos como lantejoulas de várias cores e tamanhos, estrelinhas coloridas e purpurinas.
Quando os pequenos já estão habituados e adaptados ao contato com artefatos coloridos e com movimentos, o pote da calma também auxilia no desenvolvimento e estímulo da criatividade.

Vale ressaltar que o objeto não é milagroso. Ele funciona para qualquer idade, mas é ideal para crianças menores de dois anos. O ponto fundamental dele é estabelecer o foco, a atenção nos pequenos, que é possível devido a sua constituição: tem movimento, tem cor e é manuseável.  Estas três características podem também ser encontradas em um mobile, por exemplo, e em outros brinquedos pedagógicos.

Há  muitas variações para a preparação do pote da calma. Para fazer o meu, utilizei, cola glíter, glíter, purpurinas, lantejoulas de várias cores e tamanhos e água, mas tudo é bem simples e fácil de encontrar!  Para  fazer o seu, você precisará de:

✔01 garrafa plástica e transparente ou pote de vidro com tampa e que não vaze
✔02 colheres (sopa) de cola  glíter (escolha cores alegres e vivas)
✔03 colheres (chá ) de purpurina(nas cores de sua preferência ou que seus alunos ou filhos mais gostam)
✔01 gota de corante alimentar (o suficiente para colorir a água)
✔Água quente (o suficiente para encher o vidro ou garrafa 

MODO DE FAZER:
✏ Despejar no vidro a água quente e a cola glíter. Mexa bem, até a cola glíter se desmanchar na água. Em seguida, adicione a purpurina e mexa novamente. Por último, adicione o corante de alimentos. Feche o vidro ou garrafa e misture de novo. Têm pessoas que também adicionam 01 colher de xampu, para evidenciar ainda mais o brilho dentro do pote, mas isso, fica como opção de cada um.

✏ Lembre  de deixar um espaço livre dentro do vidro ou garrafa para que o líquido possa ser agitado.

✏ Feito isto, basta só agitar para que a mágica aconteça!






terça-feira, 10 de outubro de 2017

CONVITE COM CAIXA DE LEITE

Você já está pensando nos convites de formatura da sua turminha? Que tal fazer um convite diferente este ano, usando caixinhas de leite e lacres de latinhas? Olha só a ideia!

ESTE CONVITE FOI CONFECCIONADO PELA COLEGA MÁRCIA BERTI!

Decore as extremidades do convite com fita de cetim (fina).

Você pode colocar a foto da sua turminha!

A parte interna da caixinha de leite, será a parte externa do convite.

Na parte interna do convite, cole papel camurça, color set ou
 cartão preto (ou outra de sua preferência, mas que dê destaque).


MATERIAIS UTILIZADOS

CAIXINHAS DE LEITE

FURADOR

FITINHAS  DE CETIM, NAS CORES  PRETA E BRANCA (FINA)

COLA BRANCA

LACRES DE LATINHA DE REFRIGERANTE



quarta-feira, 12 de julho de 2017

TRABALHANDO COM LISTA

LISTA DO QUE EU MAIS GOSTO

ENTREVISTADO (A): ______________________________________

Uma comida:
Uma fruta:
Uma bebida:
Um sorvete:
Um doce:
Uma música:
Um brinquedo:
Uma brincadeira:
Uma cor:
Um animal:
Uma flor:
Um filme:
Um desenho:
Um programa de TV:
Um esporte:
Uma história:
Um livro:
Um gibi:
Um lugar preferido na sua cidade:
Um lugar preferido na sua casa:
Seu passatempo referido:
Seu time favorito:
Uma banda:
Um (a) cantor (a):
Um (a) ator (atriz):
O que pretende ser?

👉 OBSERVAÇÃO: os itens da lista podem variar de acordo com a faixa etária.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

SUGESTÕES DE ATIVIDADES DE PRODUÇÃO DE TEXTO

Todas as atividades abaixo, podem ser feitas de forma individual, coletiva - onde todos os alunos participam da atividade, com a escrita do texto na lousa -  e em grupos, neste caso, formação dos grupos deve ter no máximo 4 alunos. 

Se a atividade for coletiva, o texto poderá ser escrito na lousa, depois das devidas correções, que também será coletiva, faz-se a reescrita no caderno ou folha.


ATIVIDADE Nº 1: O que a pessoa está pensando?

MATERIAL UTILIZADO: revistas - recortes de pessoas, caderno ou folha sulfite.

ENCAMINHAMENTO: colagem do recorte no caderno ou folha. A partir daí, os alunos produzem um texto imaginando o que a pessoa do recorte está pensando.


ATIVIDADE Nº 2: Desenho do coração.

MATERIAL UTILIZADO: caderno ou folha sulfite.

ENCAMINHAMENTO: A criança desenha no caderno ou folha aquilo que ela mais gosta (animal, comida, fruta, brinquedo, brincadeira, etc); em seguida produzem um texto escrevendo o que e o porquê de gostarem de tal coisa.


ATIVIDADE Nº 3: Coisas que eu gosto.

MATERIAL UTILIZADO: caderno ou folha sulfite.

ENCAMINHAMENTO: As crianças produzem um texto escrevendo o que mais gostam de fazer, de brincar, de comer, etc.


ATIVIDADE Nº 4: O que é? O que é?

MATERIAL UTILIZADO: lousa, caderno ou folha sulfite.

ENCAMINHAMENTO: Texto criado a partir de um desenho feito na lousa por todas as crianças da classe.


🔎CORREÇÃO DAS PRODUÇÕES: Este momento será mediado pelo professor, fazendo as intervenções necessárias, observando e pontuando continuamente as correções feitas pelos alunos ou grupos. 

ATIVIDADE INDIVIDUAL: troca de produções entre os alunos da classe (a partir do 4º ano). 

ATIVIDADE COLETIVA: escrita, correção e reescrita do texto na lousa. O alunos farão o registro apenas da reescrita coletiva do texto no caderno ou folha.

ATIVIDADE EM GRUPO: cada grupo analisará a produção do outro grupo. Depois de corrigidos, todos os membros do grupo fazem a reescrita do texto.