Cantinho Educativo - Blog Oficial

ESPERO QUE VOCÊ POSSA UTILIZAR DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL,
TODO CONTEÚDO DISPONIBILIZADO NESTE BLOG!

Este Blog é Protegido e Monitorado por:
DMCA.com Protection Status

quinta-feira, 13 de junho de 2013

O QUE CONSIDERAR NA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DIAGNÓSTICOS DO DESENVOLVIMENTO ESCOLAR E PERFIL DA SALA NA EDUCAÇÃO INFANTIL


É importante ressaltar que os relatórios e o perfil da sala, servem para o professor registrar as observações feitas por ele a respeito  dos avanços dos alunos e dificuldades encontradas no trabalho cotidiano da sala de aula. Não crie rótulos para o aluno que enfrenta dificuldades. Faça suas pontuações de maneira clara e objetiva ao relatar o problema, e, evidencie que atitudes estão sendo tomadas pela escola - equipe pedagógica e professor -, juntamente com a família para que estas dificuldades venham a ser superadas pelo aluno. 


ASPECTOS A SEREM OBSERVADOS PARA A ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DIAGNÓSTICOS DO DESENVOLVIMENTO ESCOLAR  E PERFIL DA SALA

Hábitos e atitudes: falar e escutar; falar baixo sem aumentar o tom de voz; não interromper a pessoa que fala; esperar a sua vez de participar; respeitar a opinião dos outros; colaborar com os colegas;

Socialização e relação com os amigos;

Comunicação com amigos: expressa as suas preferências e vontades em brincadeiras e nas atividades cotidianas;

Participação durante as atividades;

Trabalho em grupo;

Colaboração nas tarefas em classe;

Respeito a limites e regras;

Capacidade de seguir rotina;

Hábitos de higiene pessoal;

Hábitos de cuidado com o seu material e os da sala de aula;

Desenvolvimento da linguagem oral e escrita;

Reconhece letras;

Sabe diferenciar letras de números;

Desenvolvimento psicomotor: equilíbrio corporal, destreza, agilidade e segurança nos movimentos; desenvolvimento da lateralidade: esquerda/direita; familiarização com o próprio corpo; exploração das diversas possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação; exploração e utilização dos movimentos de encaixe e lançamento para o uso de suas habilidades manuais em variadas situações do cotidiano;

Orientação espacial;

Orientação temporal:

Coordenação motora;

Identificação das cores primárias;

Ouvir e recontar histórias;

Visualização e identificação do próprio nome e dos amigos;

Noções básicas de matemática: identificar números, noções de quantidade e tamanho; conceitos como: baixo/alto, em cima/embaixo; identificação das formas geométricas básicas.



ASPECTOS SÓCIO-EMOCIONAIS:

Como se deu a adaptação escolar da criança.

Demonstra gostar da escola; é faltosa; demonstra resistência em ficar na escola.

Demonstra ser uma criança alegre, prestativa e carinhosa, apresenta resistência em obedecer as regras estabelecidas para o desenvolvimento das atividades na sala de aula, há necessidade de intervenção do professor para a mesma aceitar.

Nos momentos de realização das atividades individuais e em grupo, como é a participação da criança, há necessidade de intervenção do professor; demonstra ser prestativa no auxílio dos colegas com dificuldade.

 Como é o relacionamento com os colegas, qual é a atitude da criança na realização das atividades: demora na execução, rápida demais, pontual, realiza com capricho, realiza com atenção a atividade apresentada; compartilha com os colegas o material de uso coletivo na sala de aula (giz de cera, lápis de cor, etc).


Nas atividades com brinquedos: gosta de brincar sozinha ou em grupo; divide os brinquedos ou reage com birra e agressão quando contrariada.


ASPECTOS PSICOMOTORES:

Possui progressiva autonomia no  equilíbrio corporal , na participação de jogos e atividades recreativas demonstra segurança e agilidade. Participa ativamente ou tem dificuldade de participar das brincadeiras propostas. Tem compreensão de suas possibilidades corporais: saltar, correr, pular, agachar, etc.

Consegue percorrer corretamente o contorno solicitado, ou apresenta dificuldade.
      

ASPECTOS COGNITIVOS (APRENDIZAGEM):

A criança consegue conversar, comunicar e relatar as suas vivências,  expressar seus desejos, necessidades e desagrados, sentimentos de maneira clara e autônoma,  consegue expressar suas preferências e vontades em brincadeiras e nas atividades cotidianas (rodas da conversa); demonstra iniciativa para pedir ajuda nas situações em que isso se fizer necessário; expressa a sua necessidade e  o seu desconforto relativo a vontade de usar o banheiro; expressa seus desejos e necessidades através de choro, ou só expõe suas ideias mediante a solicitação da professora, consegue ou não organizar e expor as informações com clareza e coerência. Gosta de ouvir histórias, reconta histórias ao seu modo; participa da roda da conversa;  consegue de maneira progressiva relatar a sua rotina, identifica  o seu nome e de seus colegas; conhece ou não os amigos  pelos nomes; expressa suas ideias  com clareza; mostra uma atitude positiva para as atividades e brincadeiras propostas e na divisão dos brinquedos.


A criança estabelecer aproximações de algumas noções de matemática presentes no dia-a-dia da criança, como contagem, relações espaciais, etc; comunica, utilizando a linguagem oral, ideias matemáticas relativas aos conceitos: grande / pequeno; mais / menos; alto / baixo; perto / longe; grosso / fino; pesado / leve; comprido / curto;  atrás / frente; em cima / embaixo; diferencia o tamanho dos objetos; diferencia quantidade: muito e pouco; identifica as cores primárias, semelhanças e diferenças entre objetos e figuras; nomeia e identifica objetos iguais e diferentes;  compara objetos e figuras de acordo com o tamanho; identifica os números; sabe diferenciar números de letras;  identifica algumas formas geométricas simples, como círculo, triângulo e quadrado, explorando e identificando as formas geométricas de objetos e figuras encontradas no cotidiano; interpreta o sentido dos termos:  dentro/fora; discrimina semelhanças e diferenças em detalhes, destacando as figuras que formam pares; consegue acompanhar a passagem do tempo utilizando o calendário; tem noção de quantidade; tem compreensão de referências espaciais e temporais;  identifica o calendário como forma de marcação do tempo; realiza cálculo mental simples; utiliza a contagem oral nas brincadeiras, músicas e em situações nas quais reconheça a sua necessidade; identifica a posição de um objeto e pessoas em diferentes posições, utilizando a linguagem oral; identifica pontos de referência para situar-se e deslocar-se no espaço (perto de/longe de), descrevendo e representando pequenos percursos e trajetos observando pontos de referência.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou do Blog, deixe um comentário! A sua opinião é muito importante para mim!
Ficarei muito feliz com o seu recadinho!
Mas antes de comentar, é preciso saber que:
☆ Seja educado (a)! Não xingue ou ofenda ninguém!
☆Todos os comentários são moderados.
☆Só serão publicados aqueles que respeitam as regrinhas abaixo:
* Comentários ofensivos ou com palavrões não serão publicados;
* O comentário dever estar relacionado com o assunto da postagem publicada, caso contrário, ele não será publicado.

Volte sempre! Este espaço é seu!!!