Este Blog é Protegido e Monitorado por:
DMCA.com Protection Status

ESPERO QUE VOCÊ POSSA UTILIZAR DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL,
TODO CONTEÚDO DISPONIBILIZADO NESTE BLOG!

domingo, 9 de junho de 2013

CONTEÚDOS A SEREM TRABALHADOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL


Respondendo a essa indagação: quais os  conteúdos que devem ser trabalhados nas escolas de educação infantil,  é importante salientar que todo o conteúdo programático, é orientado pelo  RCNEI - Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil. Ele ajuda na elaboração do planejamento dos conteúdos a serem trabalhados dentro da sala de aula, de maneira que atenda às necessidade das crianças  e que estejam relacionados às experiências de vida delas. Resumindo, o plano de ensino de cada fase da Educação Infantil, deve ser embasado pelo RCNEI.

É importante ressaltar que, na educação infantil, conteúdo é tudo aquilo que o professor trabalha em diferentes linguagens nas atividades cotidianas em sala de aula: músicas, histórias, desenhos, jogos, dramatizações, atividades de expressão corporal, brincadeiras,  rodas da conversa e até mesmo  nas brincadeiras e diálogos que ocorrem naturalmente entre as crianças, nas diversas situações da sala de aula, incluindo também as observações diárias do professor nas diferentes situações apresentadas e vivenciadas pelas crianças na escola.

Uma das maiores preocupações das professoras,  é justamente na seleção dos conteúdos, pois a Educação Infantil, foi por muito tempo esquecida e desvalorizada, e, o professor  precisava somente ter consciência do seu trabalho enquanto uma função meramente assistencialista, ou seja, o seu trabalho era fundamentado na  ideia de cuidar, zelando pela higiene, alimentação  e integridade física da criança, enquanto estivesse  sob seus cuidados . Hoje, no entanto, sabemos que a Educação Infantil no Brasil avançou muito e as instituições de educação infantil deixaram de ser estabelecimentos meramente assistencialistas, para tornarem-se locais educacionais. O importante é que as escolas de educação infantil tenham uma proposta pedagógica pautada no Referencial Curricular de Educação Infantil, onde o planejamento das atividades e a seleção dos conteúdos a serem trabalhados em sala de aula, favoreçam as situações de aprendizagem e a progressiva autonomia da criança. Os conteúdos devem estar correlacionados entre si e integrar todos os eixos temáticos propostos no documento (RCNEI).

As atividades de rotina da criança na escola, são práticas fundamentais de aprendizagem, pois elas são realizadas todos os dias e servem para organizar o trabalho e dar segurança e organização para as crianças na escola, não gerando ansiedade e desorientação nas atividades propostas nas atividades propostas dentro e fora da sala de aula.

De acordo o Referencial Curricular de Educação Infantil, existem seis eixos temáticos para se trabalhar com crianças até cinco anos de idade, são eles: movimento, música, artes visuais, linguagem oral e escrita, matemática, identidade e autonomia e natureza e sociedade. Mas estes conceitos devem estar presentes nas atividades cotidianas das crianças na escola, ou seja, nos jogos, brincadeiras dia-a-dia infantil, canções, histórias, rodas da conversa e nos diversos momentos de diálogos informais que ocorrem dentro e fora sala de aula.

O RCNEI, tem como objetivo dar suporte teórico e pedagógico para os profissionais de instituições de Educação Infantil,  propondo aos professores que  tornem a sala de aula  um ambiente acolhedor, aconchegante e prazeroso,  onde a criança possa se desenvolver plenamente, relacionando-se com o outro, percebendo-se como ser social e tendo reconhecimento do outro,  possam brincar, aprender e estreitar laços de amizade e estabeleçam com seus professores um vínculo afetivo de confiança e segurança para elas possam expressar emoções, sentimentos, desejos e necessidades, promovendo assim,  o crescimento, a autonomia e o desenvolvimento saudável da criança, criando uma imagem positiva de si mesma.

De acordo com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, a escola deve criar um ambiente de acolhimento que dê segurança e confiança às crianças, garantindo oportunidades para que o trabalho desenvolvido em sala de aula favoreça:

* A socialização da criança;

* A construção da identidade da criança;

* A colaboração com os colegas;

* A progressiva autonomia da criança;

* Desenvolvimento progressivo de suas conquistas corporais (destreza, agilidade e segurança nos movimentos);

* Desenvolvimento de uma imagem positiva de si mesma;

* Familiarização com o seu próprio corpo;

* O conhecimento do mundo a sua volta;

* O desenvolvimento de suas capacidades motoras;

* O desenvolvimento da linguagem oral e escrita;

*Reconhecimento de rótulos, significado de placas, sinais e símbolos;

* Aumento do repertório musical;

* O contato com  mundo letrado por meio da participação em situações nas quais se faz necessária e do contato e manuseio cotidiano com material impresso como livros, revistas, jornais e outros gêneros;

* A socialização com os amigos dentro e fora da sala de aula;

* As trocas de experiências nas brincadeiras, nas atividades, na roda da conversa e nos diálogos informais;

* Desenvolvimento e incentivo das atitudes de valores e boas maneiras;

* Reconhecimento e identificação da função social da escrita e dos números;

* Uso e interpretação de variadas formas de representação (imagens, dramatizações, símbolos sinais);

* Respeito pelas próprias produções e a de seus colegas;

* Aumento do repertório linguístico, musical e artístico da criança.


Neste sentido, o trabalho em sala de aula deve ser assim norteado: 


LINGUAGEM ORAL E ESCRITA: 

Neste eixo deve-se priorizar:
  • Oralidade;
  •  Leitura;
  • Escrita.

ORALIDADE:
  • Falar e escutar: falar baixo sem aumentar o tom de voz; não interromper a pessoa que fala; esperar a sua vez de participar; respeitar a opinião dos outros; colaborar com os colegas;
  • Atividades em que o aluno faça uso da linguagem oral para conversar, comunicar e relatar as suas vivências, expressando desejos, sentimentos, desagrados, necessidades, preferências e vontades em brincadeiras e nas atividades cotidianas (rodas da conversa);
  • Trabalho com nomes, através da oralidade e material confeccionado pelo professor;
  • Iniciativa para pedir ajuda nas situações em que isso se fizer necessário;
  • Expressão e manifestação de desconforto relativo a vontade de usar o banheiro; quando estiver com sede;
  • Expressão oral (pronúncias, relatos de acontecimentos, músicas);
  • Relato oral da sua rotina;
  • Elaboração de perguntas;
  • Leitura oral das letras do alfabeto;
  • Reconhecimento das letras do alfabeto;
  • Atividades orais, através da roda da conversa, para distinção de letras e numerais;
  • Reconhecimento do alfabeto através de músicas, conversas informais e associações com as letras do seu nome;
  • Conto e reconto de histórias;
  • Desenvolvimento e ampliação do vocabulário através da oralidade;
  • Saber diferenciar letras, números e diversos símbolos presentes no cotidiano;
  • Pseudoleitura de imagens (compreender e relatar o que mostra a imagem);
  • Produção de textos coletivos e histórias (oralidade);
  • Nome (reconhecimento) em situações em que isso se fizer necessário, utilizando crachás, músicas, brincadeiras, cartazes, etc;
  • Reconhecimento do nome dos colegas e das pessoas que fazem parte do seu convívio social;
  • Trabalhos com a inicial do nome;
  • Rótulos (reconhecimento);
  • Sequência: Ordenação de cenas;
  • Textos de tradição oral: trava-língua, rimas, parlendas, advinhas, poemas;
  • Incentivar e permitir a fala da criança em todas as atividades possíveis, ampliando seu vocabulário, utilizando as músicas, contos e histórias pequenas que despertem a fantasia da criança.

LEITURA:
  • Reconhecimento do nome;
  • Identificar o nome próprio e as letras do nome;
  • Práticas de leitura feita pelo professor;
  • Interessar-se por ouvir e contar histórias;
  • Valorização da leitura como fonte de prazer;
  • Incentivar  o contato com a escrita por meio da participação em situações nas quais se faz necessária através do  contato e manuseio cotidiano com material impresso como livros, revistas, jornais e outros gêneros com material impresso de diversos gêneros;
  • Participar de variadas situações de leitura: escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor utilizando textos de diferentes gêneros, como contos, poemas, notícias de jornal, informativos, parlendas, histórias, etc, ainda que não saibam ler e escrever convencionalmente;
  • Conto e reconto de histórias com o auxílio de músicas, CDs, CDs Roons, vídeos e dramatizações;
  • Compreensão de ideias vinculadas por meio de textos orais e escritos.

ESCRITA:
  • Desenho como forma de representação;
  • Função social da escrita;
  • Uso e interpretação de variadas formas de representação (imagens, dramatizações, símbolos sinais);
  • Trabalho com nomes, através da oralidade e material confeccionado pelo professor, levar o aluno a reconhecer o próprio nome em situações em que isso se fizer necessário,;
  • Trabalhos com a inicial do nome utilizando crachás, músicas, brincadeiras, cartazes, etc;
  • Práticas de escrita individuais e coletivas;
  • Escrita do próprio nome utilizando de crachás, cartazes, etc;
  • Escrita espontânea;
  • Produção de textos individuais e coletivos;
  • Diferencia letras de números;
  • Conhecer e classificar os diversos gêneros textuais presentes no nosso cotidiano: receitas, poesias, versos, parlendas, trava-língua, receitas, fábulas, contos tradicionais e contemporâneos;
  • Diferenciar o desenho da escrita.

MATEMÁTICA

Neste eixo deve-se priorizar:
  • Números e sistema de numeração;
  • Grandezas e medidas;
  • Espaço e forma.

NÚMEROS E SISTEMA DE NUMERAÇÃO:
  • Vocabulário matemático;
  • Apresentação dos números;
  • Comunicação de quantidade, tamanho, posição e peso, utilizando a linguagem oral, a observação e o manuseio de diversos materiais do cotidiano do aluno;
  • Atividades orais para diferenciação de números e letras;
  • Classificação, seriação e ordenação;
  • Correspondência biunívoca (comparação de conjuntos);
  • Identificação dos números;
  • Contagem oral;
  • Função social do número;
  • Relação entre quantidades;
  • Relação número – quantidade;
  • Registro de quantidades (formas variadas de registros);
  • Noções simples de cálculo matemático: Ideias das operações;
  • Situações-problema;
  • Familiarização com o sistema monetário, por meio de brincadeiras e jogos;
  • Calendário: mês, dia e semana;
  • Marcação do tempo e horário por meio de calendários e relógio;
  • Utilização da contagem oral nas brincadeiras, músicas e em situações nas quais as crianças reconheçam a sua necessidade.

GRANDEZAS E MEDIDAS:
  • Estabelecer aproximações de algumas noções de matemática presentes no dia-a-dia da criança, como contagem, relações espaciais;  noções de altura (alto / baixo), largura (largo / fino), comprimento (comprido / curto), tamanho (grande / pequeno), peso (pesado / leve), volume (cheio / vazio), distância (longe / perto), e tempo (rápido / devagar); noções simples de posição de pessoas e objetos: dentro e fora; em cima e embaixo; esquerdo e direito; frente, atrás e ao lado, etc.;
  • Noções simples de conceitos matemáticos: longe, perto, dentro, fora, em cima, embaixo, atrás, na frente, ao lado, cheio, vazio, maior, menor, igual e diferente.

ESPAÇO E FORMA:
  • Identificação das figuras geométricas mais simples: círculo, quadrado, triângulo e retângulo;
  • Exploração e identificação de formas geométricas de objetos figuras encontradas no cotidiano;
  • Nomear e identificar objetos iguais e diferentes;
  • Identificação de pontos de referência para deslocar-se e situar-se no espaço dentro e fora da escola.

NATUREZA E SOCIEDADE

Neste eixo deve-se priorizar:
  • Sociedade;
  • O indivíduo e o meio social;
  • Lugares e paisagens;
  • Objetos e processos de transformação;
  • Seres vivos;
  • Fenômenos da natureza.

SOCIEDADE:
  • Convívio social;
  • O modo de ser, viver e trabalhar de grupos sociais no passado e no presente (moradia, vestuário, transportes, tradições culturais, alimentação e trabalho);
  • Moradia (tipos, tamanhos e partes da casa);
  • Profissões;
  • Respeito às regras simples de convívio social.

O INDIVÍDUO E O MEIO SOCIAL:
  • Desenvolvimento do conceito “Eu”, em relação ao seu nome, idade e em relação aos seus pais (família) e colegas;
  • Reconhecer-se como membro de uma família e valores familiares;
  • Identificação dos papéis sociais de cada indivíduo dentro da família;
  • Identificação progressiva de algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano em situações de interação;
  • Participação e interesse em situações que envolvam a relação com o outro;
  • Utilização com a ajuda do professor de diferentes fontes para buscar informações para conhecer-se como pessoa que pertence a uma família, como fotos, álbuns, etc.

LUGARES E PAISAGENS:
  • Lugares e paisagens (características, transformações e preservação);
  • Contato com pequenos animais e plantas e com objetos diversos, manifestando curiosidade e interesse;
  • Observação e manuseio do globo terrestre e mapas;
  • Meio ambiente;
  • Noções básicas sobre cuidados necessários à preservação da vida e do ambiente;
  • A importância da água/ sua utilidade/ cuidados;
  • Escola (saber se locomover dentro da escola; conhecendo suas dependências, os nomes dos profissionais que nela trabalham, saber o nome da escola onde estuda, nome de sua professora, série, etc.);
  • Reconhecimento das diferentes partes do prédio da escola como: banheiros, pátio, salas de aula, quadra, parque, brinquedoteca, sala de vídeo, etc;
  • Apresentação das dependências da escola;
  • Valorização do Patrimônio Cultural;
  • Valorização e incentivo de atitudes de preservação da natureza;
  • Identificação de situações de risco no seu ambiente mais próximo.

OBJETOS E PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO:
  • Objetos e processos de transformação (objetos produzidos, confecção, seu uso, características e cuidados);
  • Contato com objetos diversos, manifestando curiosidade e interesse;
  • Escolha de brinquedos, objetos e espaços para brincar;
  • Prevenção de acidentes no uso e manuseio com objetos e utensílios do cotidiano.

SERES VIVOS:
  • Os seres vivos (características, relações, cuidados e preservação);
  • Contato com pequenos animais e plantas, manifestando curiosidade e interesse;
  • Fauna e flora;
  • Valorização e incentivo da preservação da vida e do meio ambiente.

FENÔMENOS DA NATUREZA:
  • Observação sobre o efeito da ação da luz, calor, vento, chuva, frio, etc, na natureza.

IDENTIDADE E AUTONOMIA
  • Construção da identidade;
  • Histórico da criança: nascimento, desenvolvimento, nome, sobrenome;
  • Características físicas;
  • Semelhanças e diferenças entre pessoas;
  • Realização de pequenas ações cotidianas ao seu alcance para que adquira maior independência;
  • Órgãos dos sentidos;
  • Identificação dos órgãos sensoriais através de músicas e brincadeiras;
  • Corpo humano (partes, desenvolvimento, cuidados e higiene);
  • Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo, conhecendo progressivamente seus limites, sua unidade e as sensações que ele produz;
  • Partes do corpo: identificar, reconhecer, localizar e nomear partes do próprio corpo;
  • Cuidados com o corpo e prevenção de acidentes;
  • Saúde e alimentação;
  • Limpeza e cuidados com o corpo;
  • Interessar-se progressivamente pelo cuidado com o próprio corpo, executando ações simples relacionadas com a saúde e higiene;
  • Higiene das mãos com ajuda;
  • Identificação das partes do corpo através de músicas, brincadeiras, quebra-cabeças, dramatização (tomando banho) e boneco articulado;
  • Atividades de recorte e músicas relacionadas aos hábitos elementares de higiene.
  • Alimentação e higiene (lavar os alimentos antes de comer);
  • Interesse em experimentar novos alimentos e comer sem ajuda;
  • Valorização e incentivo de atitudes relacionadas à saúde ;
  • Diversidade: Respeito às diferenças (de raça, gênero, tipo físico e também de opiniões);
  • Relacionar-se progressivamente com mais crianças, com seus professores e com os demais profissionais da instituição, demonstrando suas necessidades e interesses;
  • Experimentar e utilizar os recursos de que dispõem para a satisfação de suas necessidades essenciais, expressando seus desejos, sentimentos, vontade e desagrados, e, agindo com progressiva autonomia: desenvolvimento  paulatino da oralidade: transmitir  recados; expressar desejos, necessidades, desagrados e conflitos; pedir auxílio quando necessitar; pedir para usar o banheiro e beber água;
  • Interesse pelas brincadeiras pela exploração de diferentes brinquedos;
  • Brincar: participação em brincadeiras de “esconder e achar” e em brincadeiras de imitação;
  • Boas maneiras;
  • Regras de convívio social;
  • Regras de convívio dentro da sala de aula;
  • Desenvolvimento de conceitos como solidariedade, cooperação, respeito e ajuda mútua;
  • Ter iniciativa de mediação na resolução de conflitos;
  • Cuidados com materiais de uso pessoal e coletivo;
  • Valorização e respeito da sua cultura e dos outros grupos.

ARTES VISUAIS

Neste eixo deve-se priorizar:
  • O fazer artístico: manipulação de materiais diversos e atividades que propiciem produções.
  • Apreciação: leitura de imagens seguida de questionamentos.
  • Ampliar o conhecimento de mundo que possuem, manipulando diferentes objetos e materiais, explorando as suas características, propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artísticas;
  • Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies, para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação;
  • Leitura e releitura de imagem;
  • Leitura de obras de arte;
  • Elementos da linguagem visual;
  • Produções artísticas;
  • Utilização de sucatas com exploração de objetos do ambiente cotidiano;
  • Pintura;
  • Desenho;
  • Recorte manual e com tesoura;
  • Colagem;
  • Modelagem;
  • Respeito pelas suas criações e de seus colegas;
  • Cores;
  • Apreciação da vida e obra de artistas famosos.

MÚSICA

Neste eixo deve-se priorizar:
  • O fazer musical: audição de diferentes tipos de música.
  • Apreciação musical: ouvir, cantar e práticas diversificadas.
  • Ouvir, perceber e discriminar os diversos tipos de sons produzidos nas diversas situações cotidianas (buzinas, sirenes, sons produzidos pelos automóveis, telefones, etc);
  • Incentivar a memorização de pequenas músicas e gestos;
  • Brincar com a música, imitar, inventar e reproduzir criações musicais;
  • Brincadeiras de roda e brincadeiras rítmicas;
  • Escuta de obras musicais – repertório musical;
  • Exploração sonora – vivência rítmica;
  • Utilização de estímulos sonoros: músicas, batidas de palmas e pés e sons produzidos com a boca;
  • Participação em jogos e brincadeiras que envolvam a dança e/ou a improvisação musical.
  • Músicas folclóricas (cantigas de roda, de ninar etc.);
  • Brincadeiras que envolvem ritmos musicais;
  • Música popular brasileira (os ritmos, personalidades);
  • Músicas infantis (de tradição oral e que fazem parte do cotidiano escolar);
  • Instrumentos musicais (reconhecimento);
  • Aumento do repertório musical.

MOVIMENTO

Neste eixo deve-se priorizar:
  • Expressividade: atividades direcionadas ao reconhecimento do próprio corpo para expressão de sensações e ritmos corporais.
  • Equilíbrio e coordenação: atividades de correr saltar, pular, etc, que possibilitem o desenvolvimento de habilidades motoras.
  • Familiarizar-se com o próprio corpo;
  • Explorar as diversas possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação;
  • Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular, rolar, engatinhar, saltar, arrastar-se, etc, desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras;
  • Percepção dos limites do corpo e aquisição progressiva da autonomia corporal (equilíbrio, flexibilidade, resistência e integridade do corpo - prevenção de acidentes);
  • Desenvolvimento da capacidade de identificar diferentes objetos e movimentar-se no espaço com facilidade;
  • Manipulação de instrumentos  de encaixar, recortar, empilhar, dobrar, escrever, para progressiva autonomia do próprio corpo e aperfeiçoamento das habilidades em variadas situações do cotidiano;
  • Brincadeiras de roda, mímicas, brincadeiras rítmicas, ginástica;
  • Participação em brincadeiras e atividades programadas com movimentos amplos que envolvem: engatinhar, correr, subir, descer, escorregar, dançar, pular, saltar, correr,  dançar, andar em diferentes ritmos abaixar, levantar, deitar, rolar etc;
  • Representação do corpo no chão utilizando papéis e giz, modelagem em argilas, massa de modelar, entre outros, expressão corporal através da música e atividades de reconhecimento dos sinais vitais e de sua alteração, como: respiração, batimentos cardíacos, sensações de prazer que qualquer atividade física pode proporcionar (dançar e cantar para se divertir);
  • Atividades de expressão corporal;
  • Atividades motoras e físicas, como arremesso de bolas;
  • Danças de diferentes modalidades;
  • Dramatizações;
  • Teatro;
  • Utilização de jogos e brincadeiras de tradição oral;
  • Recreação no parque.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial    curricular para a educação infantil: conhecimento de mundo. Brasília, DF, 1998.


37 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito enriquecedor. Obrigada pela contribuição!!

      Excluir
    2. Bem vinda ao Blog Cantinho Educativo! Que bom que gostou!!! Fico feliz em saber!!! Volte sempre! Beijos! :)

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Kátia!!!! Que bom que gostou!!!! Fico feliz em saber!!! 😊

      Excluir
    2. Vocês estão de parabéns pela organização
      pelo excelente trabalhos que realizam.

      Excluir
    3. Olá Carriel! Obrigada! Que bom que gostou!
      Volte sempre! :)

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olá Sonia! Que bom que gostou!!! Fico feliz em saber disto! :)

      Excluir
  4. Adorei você está de parabéns por ajudar as pessoas com sua criatividade. Que DEUS te abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Trabalho em uma comunidade ribeirinha, mais precisamente em uma ilha chamada Cotijuba. Fica em Belém do Pará. Amei o que li e confesso que, pra realidade das minhas crianças, fica bem complicado de trabalhar tudo isso mas, vou tentar! Informo vcs dos meus avanços e das conquistas de cada um deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paty! Bem vinda ao Blog Cantinho Educativo! Realmente... os desafios na educação brasileira são muitos e enormes! Que bom que gostou do texto! Mas não fique preocupada, o texto publicado é um um apanhado de todo conteúdo que deve ser trabalhado, de acordo com o RCNEI, não especifiquei idades, pois é um "resumão" dos três volumes. Não sei a idade dos seus alunos, mas se vc desejar me informe o seu e-mail, deixando aqui um comentário, que eu te envio um arquivo bem mais completo, pois nele estão os objetivos e conteúdos a serem trabalhados por eixo e idade. E não se preocupe, lembra que eu escrevi no texto que conteúdo é tudo aquilo que vc desenvolve na sala de aula, seja por meio da oralidade, música, brincadeiras, jogos... Na Educação Infantil, trabalha-se muito mais a oralidade do que a escrita! O lúdico é o que importa! Vc tem diferentes maneiras para trabalhar os conteúdos! Fico aguardando a sua resposta!

      Excluir
  6. Muito legal! Vc conseguiu sintetizar perfeitamente esse documento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Otanisia! Que bom que pude ajudar! ;)

      Excluir
  7. Excelente, para o meu trabalho.Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Silvinha!!! Bem vinda ao Blog Cantinho Educativo! Que bom que pude ajudar!!! Volte sempre!!! :)

      Excluir
  8. Nossa!Mto bom seu trabalho,me ajudou bastante.

    ResponderExcluir
  9. Amei a página de vcs, maaaraaavilhosaaa..conteúdo de suma importância para quem está começando agora , assim como eu...parabéns

    ResponderExcluir
  10. Marcia! Bem vinda ao Blog Cantinho Educativo! Obrigada pelas palavras carinhosas!!! Que bom que gostou! Volte sempre!!!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia. Excelente material. Conteúdo muito importante para alunas do Curso de Educação infantil . Sou professora no curso. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nicelia! Bem vinda! Que bom que gostou! Volte sempre!
      Obrigada pelas palavras! Sucesso!

      Excluir
  12. Fiquei encantada com o que aqui foi apresentado. Muito esclarecedor. Estou engatinhando na area de ed.infantil. obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elaine! Bem vinda! Ah... que bom que tudo te encantou por aqui! Fico feliz em saber! Use e abuse desse espaço! ele também é seu! Volte sempre que quiser! Um abraço carinhoso!

      Excluir
  13. Amei o material. Fico encantada com o seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Lucimara! Muito obrigada! Que bom que este espaço te encanta! Fico feliz em saber disto! Um grande abraço!

      Excluir

Se você gostou do Blog, deixe um comentário! A sua opinião é muito importante para mim!
Ficarei muito feliz com o seu recadinho!
Mas antes de comentar, é preciso saber que:
☆ Seja educado (a)! Não xingue ou ofenda ninguém!
☆Todos os comentários são moderados.
☆Só serão publicados aqueles que respeitam as regrinhas abaixo:
* Comentários ofensivos ou com palavrões não serão publicados;
* O comentário dever estar relacionado com o assunto da postagem publicada, caso contrário, ele não será publicado.

Volte sempre! Este espaço é seu!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...